Governo Federal promete quitar dívida do ‘Minha Casa’ no RN até 15 de agosto

O Governo Federal garantiu que quitará até o dia 15 de agosto as contas em atraso referente ao Minha Casa, Minha Vida. A garantia foi oferecida durante a reunião da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), após uma negociação nacional com o Ministério das Cidades e do Planejamento.
Casas foram construídas à margem do estádio Barretão (Foto: Wellington Rocha)
De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do RN (Sinduscon-RN), a dívida compete a Faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida, com renda mensal de até R$ 1.600. “O Governo disse que vai pagar tudo que está atrasado e vamos confiar. Vai ser um sacrifício a mais para as empresas, mas esperamos que o governo cumpra com essa promessa”, afirmou o diretor de Comunicação e Marketing do Sinduscon-RN, Carlos Luiz Lima.
No Rio Grande do Norte, há três faturas em aberto totalizando R$ 8.100 milhões e uma medição solicitada foi emitida na semana passada e tem o prazo de 15 dias para o pagamento, no valor de R$ 5.156 milhões. Se até o dia 4 de julho, está última fatura não for paga, o montante vai para R$ 13.256 milhões.
Para que a situação não volte a acontecer, a CBIC reuniu os associados para definirem uma nova metodologia para o pagamento. A princípio, o Governo Federal sugere que as empresas que faturaram até R$ 48 milhões, empresas de médio porte, receberão 30 dias após o Relatório de Acompanhamento de Empreendimento (RAE); as empresas que faturarem acima de R$ 48 milhões até R$ 90 milhões, recebem 45 dias após o RAE; e as que faturarem acima de R$ 90 milhões, receberam o pagamento 60 dias da data do RAE.
“Pelo RAE, a data fica vulnerável, não tem uma data certa todo mês. Fizemos uma contra-proposta que o pagamento seja feito pela Planilha de Levantamento de Serviço (PLS), que tem uma data certa”, explicou Carlos Luiz que aguarda uma confirmação até o final desta semana.
Por Virgínia França

 

Related Post