sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Paulo Maluf é um ‘cara de pau’


malufDefinitivamente Paulo Maluf não é dos parlamentares mais atuantes de Brasília. Em 2016, ele faltou a 41 das 93 sessões realizadas no Plenário da Câmara.
Ou seja, em 45% das reuniões, nada da excelência.
Em parte delas (29%) Maluf justificou a ausência para tratamento de saúde ou outros compromissos, mas em 15% (14 sessões) sequer deu explicações por não ter aparecido.
Quando a lupa passa pela atuação dele nas comissões da Casa, o que era constrangedor vira uma vergonha.
O deputado integrava a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), a mais importante da Câmara, e o colegiado especial formado para analisar se Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade.
Num total de 55 agendas das duas comissões, Maluf não marcou presença em 35. Justificou o sumiço em nove delas e ignorou solenemente outras 26, quando não achou necessário dizer por que não apareceu.