quinta-feira, 29 de junho de 2017

Nível de atividade na indústria paulista avança 0,6% em maio

Flávia Albuquerque
O nível de atividade da indústria paulista registrou avanço de 0,6% em maio na comparação com abril, na série com ajuste sazonal, de acordo com o Indicador de Nível de Atividade (INA), calculado pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Segundo a entidade, o resultado foi influenciado pelo total de vendas reais que teve elevação de 2,4%.
Segundo o INA, houve aumento no número de horas trabalhadas na produção (0,2%) e estabilidade no Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci). Sem o ajuste sazonal, o INA também registra elevação no mês (10,4%). No ano houve queda de 1,6%.
De acordo com o diretor do Depecon, Paulo Francini, a atividade da indústria paulista está andando de lado. “A recuperação da atividade industrial segue lenta, hesitante e com viés de baixa”, disse.
Os dados divulgados hoje (29) mostram que dos 18 setores pesquisados, três tiveram destaque: bebidas registrou elevação de 0,3% em maio, na série com ajuste sazonal, as horas trabalhadas na produção avançaram 0,5% e o total de vendas reais caiu -0,6%. O Nuci ficou estável.
O INA de artigos de borracha e plástico avançou 2%. As horas trabalhadas na produção avançaram 2,3%, as vendas reais, 3,2% e o Nuci 0,4%.
Já para o setor de móveis houve elevação de 3,5%. As vendas reais e o total de horas trabalhadas na produção subiram 6,6% e 5,3%, respectivamente. Já o Nuci recuou 0,3 p.p.