sexta-feira, 14 de julho de 2017

Jaques Wagner: não sou candidato "Trabalho com Lula presidente"


dsadsdd.jpgEx-ministro do ex-presidente Lula, o ex-governador e atual secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner (PT), defendeu a honestidade do petista, condenado esta semana pelo juiz Sérgio Moro a nove anos e meio de prisão.
“Tem quem gosta e gente que não gosta do que Lula fez no país, mas não adianta questionar a honestidade dele. Ele continua morando no mesmo apartamento de quando conheci ele, mesmo depois de presidente”, afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (14).
Wagner não trabalha com a hipótese de ser o candidato a presidente da República do partido, caso Lula seja impedido de concorrer. “Não gosto de trabalhar com hipótese. Meu nome dentro do PT é cogitado, mas não trabalho com essa hipótese. Trabalho com Lula presidente. Não vão conseguir interditar ele. Estão tentando desgastar a imagem dele, mas Lula, quanto mais batem, mais cresce”, analisou.
(...) Apesar das reformas do peemedebista [Temer], Wagner disse acreditar que a geração de empregos não será acelerada. “Não acredito que essas mudanças do governo Temer melhorem o Brasil. Fizeram a reforma trabalhista dizendo que vai gerar emprego, não vai. A reforma foi para precarizar”, avaliou. (...)
Conversa Afiada