sexta-feira, 14 de julho de 2017

Trump e Macron reforçam laços em Paris, apesar das divergências climáticas

Da Agência Xinhua 
Macron e Trump conversaram sobre mudanças climáticas, comércio e segurança O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está em Paris desde ontem (13) em um movimento diplomático para tentar suavizar as divergências com a França sobre as mudanças climáticas e estabelecer conversas sobre temas de interesse comum, como a liberalização do comércio, a segurança e a luta contra o terrorismo. A informação é da agência Xinhua.
Nesta sexta-feira (14), Macron e Trump participam do desfile pelo Dia da Bastilha, data nacional da França, que este ano também comemora a entrada das tropas americanas na Primeira Guerra Mundial, há 100 anos.
Ontem, conforme a agenda divulgada, Trump teve encontros com funcionários da embaixada americana e com Macron, com quem conversou sobre a guerra na Síria e maneiras de coordenar melhor os esforços para combater o terrorismo.
Macron, que denunciou a decisão de Washington de retirar-se do acordo climático de Paris, deverá pressionar Trump para fazer mais pela deterioração das mudanças climáticas, disse uma fonte próxima ao Palácio do Elysee. Em junho, o líder americano anunciou a saída dos EUA do acordo, que trata de mudanças climáticas.
Falando ao jornal regional Ouest France, o chefe de Estado francês disse que "ambos os países têm um ponto de convergência essencial: a luta contra o terrorismo e a proteção dos nossos interesses vitais no Oriente Médio e na África. Precisamos dos Estados Unidos. É por isso que convidei Trump para celebrar um relacionamento que é inevitável no campo da segurança," acrescentou.