quinta-feira, 10 de agosto de 2017

PSB comemora 70 anos com ato cultural em homenagem à memória de Eduardo Campos

Heloisa Cristaldo
Os Correios lançaram hoje (10) selo e carimbo em comemoração aos 70 anos de fundação do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Na ocasião, o partido fez ato cultural em homenagem ao ex-governador e ex-presidente do partido, Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo em 2014 durante campanha presidencial.
“Nós lembramos com saudade, com alegria da liderança de Eduardo Campos, que hoje faria 52 anos. [Ele] deixou uma obra, uma postura e um compromisso para nós, socialistas brasileiros. Não só do partido, mas do mundo, que precisamos de pessoas que tenham atitude e coerência”, disse o secretário-geral da Executiva Nacional do PSB, Renato Casagrande, durante o evento que reuniu políticos de diversos partidos, como Rede, PPS e PCdoB.
Ainda em comemoração aos 70 anos de fundação do PSB, o partido fará até amanhã (11) um seminário com convidados internacionais, especialistas e acadêmicos, além de conferência para debater os Desafios da Esquerda Democrática no Brasil e no Mundo.
Selo
Nas versões horizontal e vertical, o selo traz o amarelo e o vermelho, cores que estão na bandeira do partido, e o seu símbolo oficial, representado pela pomba branca que carrega no bico um ramo de oliveira, uma criação do pintor Pablo Picasso e que se tornou símbolo universal da paz. A peça também traz o lema do PSB “Socialismo e Liberdade” e a data do marco comemorativo de seus 70 anos (1947-2017).
Extinto junto com outros partidos políticos pelo Ato Institucional Nº 2, imposto pelo regime militar, o PSB foi refundado em 1985 por um grupo de estudantes e professores universitários, com o apoio de remanescentes da Esquerda Democrática.