segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Em sessão comemorativa dos 60 anos da ANORC, Tomba Farias homenageia o agropecuarista Eduardo Melo


Em sessão especial realizada nesta segunda-feira, no Parque de Exposição Aristófanes Fernandes, em comemoração aos 60 anos da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (ANORC), o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) homenageou o agropecuarista Eduardo Melo, diretor institucional da entidade.

Para Tomba Farias, a escolha pelo nome de Melo deve-se a sua trajetória e serviços prestados para a consolidação da Festa do Boi no cenário do agronegócio do Brasil.  " Ao longo dos anos, Eduardo Melo tem trabalhado pelo fortalecimento da ANORC, conseguindo emendas parlamentares que contribuíram para que a entidade seja sólida e operacional, com capacidade de realizar anualmente um evento agropecuário que se destaca nacionalmente", disse o deputado. 

Após o recebimento da homenagem, Eduardo Melo, que também é leiloeiro oficial rural, destacou a gratidão pela honraria recebida e disse que a iniciativa o estimula a cada vez mais trabalhar pelo fortalecimento da agropecuária potiguar e da própria da Festa do Boi.

“Para mim foi motivo de uma grande emoção receber essa homenagem. Espero continuar contribuindo com o desenvolvimento do agronegócio no Rio Grande do Norte, ressaltou. 

Manifestantes protestam a favor da derrubada do Hotel Reis Magos

Um grupo de manifestantes protestou nesse domingo (13) a favor da derrubada dos escombros do Hotel Reis Magos. Um grupo percorreu de carro da Via Costeira até a frente do antigo empreendimento.


Damares quer que agressores de mulheres fiquem sem exercer funções públicas por cinco anos

ministra Damares Alves (Direitos Humanos) vai pedir que agressores de mulheres fiquem proibidos de exercer funções públicas por cinco anos.
Ela deve enviar nesta semana uma proposta legislativa com esse teor à Casa Civil. A regra valeria inclusive para servidores concursados.
MÔNICA BERGAMO

Em 1 ano, ensino a distância rouba 120 mil alunos de cursos presenciais

crescimento acelerado da educação a distância (EAD) tem contribuído para o encolhimento do ensino presencial no Brasil, o que pode mudar em pouco tempo o cenário da formação superior no país. Em um ano, quase 120 mil alunos migraram de uma modalidade para a outra.
O número consta de estudo feito pelo Semesp (entidade das mantenedoras de ensino superior) com base nos microdados do Censo da Educação Superior feito pelo Inep (instituto ligado ao MEC).
Vista com desconfiança por parte dos conselhos profissionais do país, a EAD registra índices de evasão elevados, ao mesmo tempo em que tem demonstrado maior capacidade de atrair alunos.
A transferência de estudantes para a modalidade tem tido impacto especialmente sobre os cursos noturnos.
Há cinco anos, eles eram o destino de mais da metade dos ingressantes no ensino superior privado. Em 2018, a proporção se inverteu pela primeira vez, e a parcela de alunos que entra em faculdade particular via EAD pela primeira vez superou a do ensino presencial noturno —45,7% contra 36,7%. Nos diurnos, também houve queda, de 20,8%, em 2013, para 17,6% em 2018.
Ao comparar os censos de 2016 e 2017, o Semesp constatou que parte dessa mudança se deveu à migração de alunos: 119.811 mudaram do presencial para a EAD.
O salto na educação a distância tem contribuído para o ensino superior brasileiro estar apenas estagnado, em vez de em declínio. De 2017 a 2018, as matrículas na modalidade presencial, responsável por três quartos do total, caíram 2,1%, e as de EAD aumentaram 17%. Com isso, o sistema como um todo cresceu 1,9%.
O resultado preocupa, uma vez que a proporção de jovens de 18 a 24 anos na universidade no país, em 18%, está distante da meta do Plano Nacional de Educação de chegar a 33% em 2024, o que aproximaria o Brasil de países desenvolvidos.
Como a EAD tende a atrair alunos mais velhos, pode ser um erro apostar nela para aumentar essa taxa, mesmo com as mensalidades menores, afirma Rodrigo Capelato, diretor-executivo do Semesp. A média de idade da modalidade é de 31 anos, contra 24,6 da presencial.
“Os jovens sem vaga em universidade pública e sem financiamento estudantil estão indo direto para o mercado de trabalho”, afirma. “Educação a distância é importante, mas não pode ser vendida como a grande solução.”
A demanda pela ampliação do financiamento estudantil não tem sido bem recebida no governo Jair Bolsonaro (PSL). Indagado sobre o Fies por um representante do setor privado em evento no mês passado, o ministro Abraham Weintraub afirmou: “Vocês vão ter que se virar”.
Outra característica da EAD que dificulta a ampliação do ensino superior é o seu alto índice de evasão, que chegou a 36,5% em 2018, contra 26,5% do presencial.
A qualidade de parte dos cursos é outra fonte de preocupação. No Enade de 2017, que avaliou universitários de licenciaturas e ciências exatas, 46% das graduações a distância tiraram notas 1 e 2, as mais baixas na escala de 1 a 5, ante 33% das presenciais.
Já na edição de 2018 do exame, que examinou cursos de administração, comunicação social e tecnológicos, o desempenho foi similar.
Conselheira da Abed (Associação Brasileira de Educação a Distância), Josiane Tonelotto afirma que há um estigma sobre a EAD e que os problemas da formação de professores no Brasil estão presentes nas duas modalidades de ensino. Ela cita pesquisas que mostram que esses cursos tendem a receber alunos com pior desempenho escolar.
Em relação à capacidade da EAD de incluir os jovens, ela diz que isso tem ocorrido cada vez mais. A média de idade na modalidade, no entanto, cai bem lentamente —foi de 32, em 2010, para 31 em 2018. A mediana há uma década é de 30 (metade dos alunos têm mais, e metade, menos).
“A EAD vai ter as duas missões. Vai incluir o aluno que não estaria no ensino superior e encontra a chance de estudar e também tomará parte do espaço do presencial”, diz.
Alunos que fizeram a migração da sala de aula tradicional para o ensino por computador apontam como motivo as mensalidades mais baixas e a flexibilidade da EAD.
Contribui também a já significativa parcela de conteúdo remoto nos cursos presenciais, diz Ricardo Holz, presidente da associação dos estudantes de EAD.
Portaria editada pelo governo Michel Temer (MDB) no último dia de 2018 ampliou para até 40% a carga horária a distância em cursos presenciais. “Muitos alunos que mudam reclamam que pagavam mais caro para boa parte do curso não ser presencial”, diz Holz.
FOLHAPRESS

Com queda nos juros, busca por crédito tem o maior crescimento desde 2010

A administradora de empresas Sara Ramos Aurélio, de 24 anos, tinha, em maio deste ano, dívidas em atraso de R$ 7 mil entre cheque especial e cartão de crédito. Ela gastou com roupas, celular, viagens, restaurantes e acumulou pendências incompatíveis com a sua renda mensal de R$ 5 mil. “Em maio, cheguei ao meu limite”, conta. A saída foi buscar R$ 8 mil em uma linha de crédito mais barata, o consignado, para se livrar da dívida antiga e mais cara.
Agora, por três anos, todo mês o banco vai descontar R$ 280 diretamente do seu salário para ir quitando o novo financiamento. “O juro menor me motivou a renegociar a dívida”, diz. Foi o que deu coragem à administradora para assumir, na semana passada, um financiamento de 30 anos para a compra da casa própria, avaliada em um pouco mais de R$ 200 mil.
Sara engrossa as estatísticas de milhões de brasileiros que procuraram crédito neste ano. Até agosto, a demanda do consumidor por financiamentos teve a maior expansão dos últimos nove anos. Desde janeiro, o aumento do número de pessoas que buscaram crédito foi de 10,3%, em relação a igual período do ano passado, segundo a empresa de informações financeiras Serasa Experian. Essa marca só foi superada em 2010, quando a procura avançou 16,4% – mas em uma economia que cresceu 7,5%.
Juros ao consumidor em queda (mesmo que num ritmo muito mais lento do que o recuo da taxa básica de juros, a Selic), inflação bem comportada (que dá mais poder de compra), e emprego em lenta recuperação estão entre os motivos que têm levado mais brasileiros a buscar financiamentos.
A maior procura é por linhas que emprestam dinheiro vivo. Dados do Banco Central mostram que a concessão de crédito destinada a renegociação de dívidas cresceu 32,9% entre janeiro e agosto, em relação aos mesmos meses de 2018, e liderou o ranking dos financiamentos aprovados a pessoas físicas com recursos livres no período.
Na vice-liderança está o crédito consignado, com avanço de 32,5%, seguido pelo cartão de crédito parcelado (30,5%) e o crédito pessoal (22,3%). Já as concessões para a compra de bens de maior valor que ampliam o patrimônio também aumentaram, porém em ritmo mais moderado. As aprovações de crédito para a compra de veículos cresceram 18,8% entre janeiro e agosto, na comparação anual, e os financiamentos imobiliários avançaram 8,8%.
“Os novos recursos vindos do crédito estão sendo usados sobretudo para renegociar dívidas antigas pendentes e complementar o orçamento das famílias, que continua apertado”, afirma o economista-chefe da Serasa Experian, Luiz Rabi.
“Muita gente está substituindo dívida mais cara por uma mais barata e existe mais qualidade na decisão da tomada de crédito”, observa Nicola Tingas, economista-chefe da Acrefi, associação que reúne as financeiras. Na sua avaliação, o brasileiro está atrás dinheiro tanto para pagar dívidas como para complementar o orçamento. “O crédito para consumo cresce também, mas é mais comedido.”
Juros
Desde o fim de 2016 até hoje a taxa básica de juros caiu abaixo da metade, de 14% para 5,5% ao ano. No mesmo período, o juro ao consumidor recuou quase um terço, de 74,48% para 52,06% ao ano.
Neste ano, a redução de um ponto porcentual na Selic ajudou, na avaliação de Rabi, nas linhas de crédito de renegociação de dívidas, cujo juro era de 4% ao mês em janeiro e caiu para 3,6% em agosto.
O BC vem cortando a taxa básica, mas reduções na mesma proporção não estão acontecendo nos juros na ponta porque, na avaliação de Rabi, o canal do crédito está obstruído pela própria situação difícil que se encontra o consumidor.
Pesquisa da Serasa mostra que há no País 63 milhões de brasileiros com dívidas em atraso. Inclusive, acrescenta o economista, a inadimplência da pessoa física dentro dos bancos tem subido ligeiramente nos últimos meses. “Não dá para imaginar que a redução da Selic vá gerar um impulso muito grande de consumo e possa reativar rapidamente a economia. Antes disso, as pessoas estão resolvendo os seus problemas de endividamento e inadimplência.”
ESTADÃO CONTEÚDO

Tufão Hagibis causa dezenas de mortes no Japão


NHK* Tóquio
Tufão Hagibi no JapãoO Tufão Hagibis provocou no Japão precipitações recordes de chuva, deixando várias pessoas mortas e causando sérias destruições, inclusive de moradias. Pelo menos 49 pessoas morreram, 14 estão desaparecidas e 204 foram feridas.
O Ministério dos Transportes, Infraestrutura e Turismo declarou que diques ao longo de 21 rios foram destruídos.
Na província de Nagano, noroeste de Tóquio, um dique se rompeu no Rio Chikuma, causando inundação em ampla área. Muitas pessoas ficaram presas em suas casas. Helicópteros de socorro retiraram essas pessoas pelo telhado.
Uma mulher que foi socorrida disse: " tudo em minha casa foi levado pela água, em frente de meus olhos. Foi uma noite de horror. Sou uma pessoa de sorte, porque continuo viva."
Uma ponte em uma estrada de ferro caiu no rio, e as águas da tempestade prejudicaram os serviços ferroviários. Uma garagem de trens, da linha do trem-bala Hokuriku Shinkansen, foi inundada. A East Japan Railways, ou JR Leste, diz que dez trens, num total de 120 vagões, foram danificados.
A tragédia chegou também à Província de Fukushima, onde uma mulher de aproximadamente 70 anos caiu durante uma operação de socorro por helicóptero e morreu O Departamento de Combate a Incêndios de Tóquio disse que o pessoal de socorro esqueceu de fixar dispositivo de segurança no corpo da vítima.
Esforços de socorro continuam. A extensão total dos danos ainda não é conhecida. As pessoas estão sendo aconselhadas a permanecer cautelosas contra inundações de rios e ficar em alerta para enfrentar possíveis deslizamentos de terra.
Energia elétrica Em Tóquio e oito províncias do entorno, 55.800 residências ainda estavam sem energia elétrica nesta segunda-feira devido à passagem do tufão.
A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) trabalha para consertar instalações de transmissão danificadas por alagamentos. Em conjunto com o Ministério da Economia, Comércio e Indústria, a Tepco enviou geradores móveis para alguns hospitais e centros de evacuação.
A empresa espera que a eletricidade seja restaurada até quarta-feira (16) em 90% das áreas afetadas. Ela pede que as pessoas desliguem os disjuntores, e alerta a todos para que não liguem aparelhos eletrônicos molhados.
Trabalho de socorro O governo japonês declarou que o trabalho de busca e socorro de vítimas será mantido sem interrupção.
O governo também prometeu melhorar as condições nos centros de evacuação e abrigos sem esperar por solicitações dos governos locais.
Na tarde desse domingo (13), o premiê Shinzo Abe participou de reunião de força-tarefa do governo, criada para atender às necessidades da população afetada.
O governo enviou equipes para as província de Miyagi, Fukushima, Saitama, Ibaraki, Tochigi e Nagano, a fim de monitorar a situação e coletar informação sobre danos.

PSL só ganhou duas de 43 eleições suplementares desde vitória de Bolsonaro

Desde que o presidente Jair Bolsonaro foi eleito, há um ano, 43 cidades elegeram os sucessores de prefeitos cassados pela Justiça. O resultado das votações mostra como o PSL ainda tem a busca por capilaridade como grande desafio antes das disputas municipais de 2020. Foram apenas sete as cidades onde o partido do presidente lançou candidatura desde outubro de 2018, tendo eleito prefeitos apenas em Pimenta Bueno (RO), em dezembro de 2018, e em Mirandópolis (SP), no mês passado.
A preparação do PSL para as disputas pelas prefeituras , a definição dos candidatos e principalmente a distribuição dos recursos partidários para as campanhas estão no centro da briga do grupo ligado a Bolsonaro com o comando formal da legenda, presidida pelo deputado Luciano Bivar .
Segunda sigla com maior representação no Congresso Nacional, o PSL garantiu uma fatia de R$ 103 milhões do fundo partidário para distribuir entre a direção nacional e os diretórios regionais neste ano. Além disso, no ano que vem deverá receber cerca de R$ 200 milhões do fundo eleitoral . Para Bolsonaro, o desempenho eleitoral em 2020 é crucial para ampliar a presença de aliados em municípios por todo o país, de olho em uma base que impulsione sua candidatura à reeleição em 2022 . O racha com Bivar, acusado por Bolsonaro de falta de transparência na gestão dos recursos do partido, trouxe à tona as tensões internas do PSL na construção dessas candidaturas nos municípios.
As eleições suplementares são as realizadas fora de época em virtude da cassação de prefeitos. Dos 43 pleitos que ocorreram desde que Bolsonaro se elegeu, segundo dados do TSE, o PSL lançou três candidaturas no estado de São Paulo e também teve postulantes a prefeito em Minas, Rio, Espírito Santo e Rondônia.
Éverton Sodário, apelidado de “Bolsonaro caipira” , foi o segundo prefeito eleito pelo PSL no Brasil após a eleição presidencial. Ele deverá assumir a prefeitura de Mirandópolis ainda este mês. Antes dele, Delegado Araújo havia sido eleito em Rondônia na esteira da vitória de Bolsonaro, no segundo turno, e do governador do PSL Marcos Rocha.
Reflexo da crise no PSL
Sodário usou a família Bolsonaro na campanha, mas disse que as questões nacionais e ideológicas tiveram importância menor na disputa municipal. Ele acredita que isso se repetirá nas eleições de 2020.
— Os temas locais predominaram, e o viés ideológico ficou em segundo plano aqui. O morador quer saber do asfalto da sua rua e menos da reforma da Previdência — disse o prefeito eleito.
Em Paulínia, também no estado de São Paulo, a presença do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e um investimento de cerca de R$ 250 mil do fundo partidário não foram suficientes para eleger Capitão Cambuí, o candidato do clã Bolsonaro. O policial militar terminou em quinto lugar na disputa vencida por Du Cazellato (PSDB) em setembro. Com cerca de cem mil habitantes, Paulínia é a maior das 43 cidades que elegeram um novo prefeito. Situada na região de Campinas e conhecida por ser um polo petroquímico do estado, a cidade deu a Bolsonaro vitória nos dois turnos da eleição presidencial.
Cambuí minimizou a possibilidade de uma transferência de voto de Bolsonaro nas eleições municipais e citou a “falta de maturidade” do partido nas urnas como um dos fatores que contribuíram para a derrota.
— O PSL é um partido que era pequeno e ainda precisa de muita estrutura. Falta maturidade. Tivemos muitas dificuldades. As características locais são mais fortes em disputa de prefeitura — disse o policial.
Cambuí sentiu os efeitos da briga entre a família Bolsonaro e a direção do PSL. O candidato terminou a campanha devendo R$ 200 mil a fornecedores porque o diretório nacional, controlado por Bivar, não liberou os cerca de R$ 450 mil que o PSL estadual, presidido por Eduardo Bolsonaro, havia prometido para sua campanha.
Pouco antes da eleição, o partido destituiu Lucia Abadia do comando do diretório municipal para indicar um nome mais próximo de Eduardo Bolsonaro.
— Acharam que era só colocar Eduardo Bolsonaro na campanha e ele (Cambuí) estaria eleito. Não foi assim. Foi um fiasco — disse Lucia.
O GLOBO

Psiquiatra Italo Marsili é o entrevistado do programa Impressões


Carina Dourado
Italo Marsili é o entrevistado do programa ImpressõesCom mais de 1 milhão de seguidores em redes sociais, o médico psiquiatra Italo Marsili chama a atenção pelo jeito irreverente como trata temas polêmicos de comportamento. Formado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, é também autor do livro Os 4 Temperamentos e dá cursos sobre relacionamentos e produtividade. Marsili é o entrevistado desta segunda-feira (14) no programa Impressões.
Casado, pai de seis filhos, Marsili conta que sempre teve consciência de que não poderia deixar as crianças sem responsabilidade. “Há uma puerilização que entrou em todos os domínios da vida, inclusive nesse trato de pais com filhos”, diz o psiquiatra. Na casa dele, as crianças desde cedo têm suas tarefas, como fazer a própria cama, ajudar a lavar louças e a trocar as fraldas dos irmãos mais novos.
Marsili é um otimista quando olha para a realidade. “O mundo é bom, de algum modo, as pessoas estão de pé, continuam tendo fé e esperança, continuam querendo olhar olho no olho”, afirma. O psiquiatra diz que, pelo contato com pacientes, amigos e as pessoas nas redes sociais, há um desejo geral de amadurecimento e é nesse terreno que o trabalho dele encontra um solo fértil para germinar. “Como se eu estivesse dando ferramentas para que essas pessoas que já querem se livrar dessa puerilização possam amadurecer”, conclui.
É preciso lembrar, no entanto, que nem tudo é positividade. O psiquiatra diz que a depressão é multifatorial: pode ter componente químico, a carência de algum hormônio, entre outros problemas. “A depressão é uma redução do espaço vital, o sujeito se sente encolhido, não consegue experimentar prazeres e nem se projetar com ação no mundo” e confessa que ele mesmo foi vítima de um tipo de transtorno, a chamada Síndrome de Burnout, causada por estresse.

PSL libera Bolsonaro, Flávio, Eduardo e mais 20 deputados, mas sem dinheiro

O PSL promete liberar Jair Bolsonaro, seus filhos e cerca de 20 parlamentares se eles assinarem um compromisso público abrindo mão do dinheiro do fundo partidário.
Júnior Bozzella disse a Gerson Camarotti:
“Já que o presidente é contra o fundo eleitoral e partidário nas campanhas, e os deputados signatários também são, a narrativa é que o problema não é o dinheiro. Queremos que eles assinem um documento público com valor jurídico – do presidente, Eduardo, Flávio e todos os 20 deputados – abrindo mão do fundo e indo embora do partido. Já que o problema não é o dinheiro, não vejo problema todos eles assinarem, assim não precisam procurar justa causa e serão todos liberados.”
O ANTAGONISTA

Depois de dissolução do Congresso, popularidade de presidente do Peru vai a 79%

No início do mês, o presidente do Peru, Martín Vizcarra, dissolveu o Congresso e convocou eleições antecipadas.
Duas semanas depois, pesquisa da Ipsos mostra que a popularidade do presidente peruano chegou a 79%.
No Peru, a tentativa de enterrar os escândalos da Odebrecht abriu o caminho para o fechamento do Congresso e o bloqueio do Supremo.
O ANTAGONISTA

Mega-Sena sorteia nesta segunda-feira prêmio de R$ 30 milhões

Mega-Sena, loterias, lotéricasA Mega-Sena sorteia nesta segunda-feira (14) o prêmio de R$ 30 milhões. As seis dezenas do concurso 2.197 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.
Excepcionalmente, o sorteio será realizado hoje porque no último sábado (12) não houve extração devido ao feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 3,50.

PRF apreende quase 3 toneladas de maconha no Paraná

Os fardos de maconha estavam escondidos no tanqueA Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 2.832,7 quilos de maconha em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Paraná.
A droga era transportada em um caminhão-tanque com placas do Paraguai. O veículo foi abordado em frente à unidade operacional da PRF, na BR-277.
A droga estava escondida no interior do tanque, que precisou ser cortado por uma equipe do Corpo de Bombeiros, para ter acesso aos fardos.
Os fardos de maconha estavam escondidos no tanque - Divulgação Polícia Rodoviária Federal
A apreensão realizada na tarde desse domingo (13) é a segunda maior realizada este ano pela PRF no Paraná. A maior ocorreu em Céu Azul, no último mês de setembro, quando 4,6 toneladas da erva foram encontradas em outro caminhão-tanque.
O motorista preso, um paraguaio de 36 anos, disse inicialmente que iria até Araucária, na Grande Curitiba, para realizar um serviço de manutenção no veículo.
Não satisfeitos com as respostas do motorista, os agentes da PRF resolveram vistoriar o tanque, quando localizaram em seu interior os fardos de maconha.
Em meio à maconha foram encontrados ainda 4,1 quilos de um novo tipo de ecstasy, conhecido como champanhe rosa, uma espécie de anfetamina com efeitos mais potentes que o ecstasy. O champanhe rosa é traficado na forma de cristais.
Todo material foi encaminhou para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Twitter do PSDB dispara sobre Weintraub “doença terminal da Educação no Brasil”

O perfil do PSDB no Twitter chamou Abraham Weintraub de “doença terminal da Educação no Brasil”.
É uma resposta às críticas do ministro da Educação a Fernando Henrique Cardoso.
Sabado, durante a cúpula conservadora, Weintraub comparou o ex-presidente tucano à Aids. Segundo ele, FHC “enfraqueceu nosso organismo” e abriu caminho para Lula.
“Então você tem a doença oportunista e você tem a Aids. Quem enfraqueceu nosso organismo foi justamente Fernando Henrique.”
O ANTAGONISTA

Governo cobra da Shell explicação sobre barris de óleo no litoral nordestino

Governo cobra da Shell explicação sobre barris de óleo no litoral nordestinoO governo de Jair Bolsonaro (PSL) quer que a Shell explique o aparecimento de barris ligados à empresa no litoral do Nordeste. Os barris, que têm a inscrição de um lubrificante fabricado pela empresa, foram encontrados na praia da Formosa, em Sergipe.
O esclarecimento sobre o achado foi requisitado pelo Ibama, a pedido do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente).
A Shell Brasil esclarece que o conteúdo original dos tambores não tem relação com o óleo cru encontrado em diferentes praias da costa brasileira. “São tambores de lubrificante para embarcações, produzido fora do país. Ibama está ciente do caso”, disse a empresa em nota.
A equipe do presidente Jair Bolsonaro ainda busca repostas a respeito das manchas de óleo em praias do Nordeste brasileiro. O número de pontos atingidos pelo derramamento de petróleo tem aumentado nos últimos 30 dias, mas ainda não se sabe a origem do vazamento.
Análises do Ibama e da UFBA (Universidade Federal da Bahia) apontaram que o óleo é venezuelano, o que o governo do país nega. Em comunicado conjunto, o Ministério do Petróleo e a empresa estatal de petróleo PDVSA disseram que não receberam nenhum relato de clientes ou subsidiárias sobre vazamentos de petróleo perto do Brasil.
Simulações de computador feitas por pesquisadores indicam que a origem das manchas de óleo nas praias do Nordeste está no alto-mar, a pelo menos 400 km da costa.
(Folhapress)

Nobel de Economia premia trio pelo combate à pobreza no mundo

RTP
O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram premiados hoje (14) com o Prêmio Nobel de Economia pela sua “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”.
“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a Academia Real de Ciências da Suécia na apresentação dos escolhidos para o Nobel da Economia.
Abhijit Banerjee, do Massachusetts Institute of Technology, Cambridge, nos Estados Unidos, nasceu em 1961, na Índia.
O norte-americano Michael Kremer, da Universidade de Harvard, EUA, nasceu em 1964.
A francesa Esther Duflo, nasceu em 1972. Duflo é a mais jovem vencedora a receber este Nobel, além de ser a segunda mulher a conseguir o feito.
Abhijit Banerjee e Esther Duflo, juntando-se muitas vezes a Michael Kremer, realizaram estudos similares em outras áreas e em outros países. “Os seus métodos de investigação experimental dominam agora totalmente as economias em desenvolvimento”, explicou a Academia Real de Ciências da Suécia.
Prêmio de R$ 3,85 milhões “Um dos temas mais urgentes para a humanidade é a redução da pobreza global, em todas as suas formas. Mais de 700 milhões de pessoas ainda subsistem com salários extremamente baixos.
Por ano, cerca de cinco milhões de crianças com menos de cinco anos, ainda morrem com doenças que podem ser prevenidas ou curadas com tratamentos baratos. Mais de metade das crianças no mundo ainda abandonam a escola com competências básicas”, recordou o comitê do Nobel.
Os três vão dividir um prêmio equivalente a R$ 3,85 milhões. O Nobel da Economia foi o último dos prêmios a ser anunciado este ano.
Oficialmente conhecido como o prêmio de ciências econômicas do Banco da Suécia em memória de Alfred Nobel, a distinção não foi criada pelo fundador, mas é considerada como parte dos prêmios Nobel.
A premiação foi criada pelo Riksbanken, o banco central sueco, em 1968, e o primeiro vencedor foi selecionado um ano depois.

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

INÍCIO DE OBRAS GANCHO DE IGAPÓ: Trecho da BR-101 sofre interdição parcial neste sábado na Zona Norte de Natal

Tendo em vista a necessidade de adequação da rede de gasodutos no Gancho de Igapó, para realização de obra por parte do Departamento de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a Companhia Potiguar de Gás irá realizar, neste sábado, 12, a realocação de um trecho de 272 metros de tubulação de gás que atualmente está sob a Avenida Tomaz Landim. A tubulação será colocada em uma área onde posteriormente será liberada como uma via.
Para realização da obra, haverá interrupção do fornecimento de gás na região e somente cinco clientes serão afetados, no horário das 8h às 20h. A Companhia Potiguar de Gás adota todos os procedimentos de segurança em suas operações e trabalha para minimizar o impacto do serviço na comunidade.
As obras no Ganho de Igapó preveem construção de túnel, uma rotatória e um viaduto na região. Outras interdições deverão ser anunciadas durante as construções.

Óleo na costa do Nordeste: 30 navios-tanque notificados de diferentes bandeiras, e Marinha com apoio de instituições americanas fechando cerco para elucidação de responsabilidade

Com relação ao grave acidente de poluição por óleo, ocorrido na costa do Nordeste brasileiro, a Marinha do Brasil informa que vem atuando, diuturnamente, desde a primeira ocorrência, em 2 de setembro, na contenção e neutralização dos efeitos danosos à natureza e à população, bem como na investigação quanto à origem e responsabilidades. Todas as ações são coordenadas com o MMA, IBAMA, Polícia Federal, Força Aérea Brasileira, Petrobras, além de instituições estaduais e municipais.
A Marinha contabiliza a mobilização de 48 Organizações Militares, com emprego de 1.583 militares, 5 navios, uma aeronave, além de embarcações e viaturas pertencentes às diversas Capitanias dos Portos, Delegacias e Agências, sediadas ao longo do litoral nordestino.
Após uma triagem das informações do tráfego mercante na região de interesse, a Marinha está notificando 30 navios-tanque de 10 diferentes bandeiras a prestarem esclarecimentos. A Marinha entrará em contato com as autoridades competentes dos países dessas bandeiras, com a Organização Marítima Internacional e com a Polícia Federal, visando elucidar todos os fatos.
As atividades em curso também têm apoio do Ministério da Defesa e Exército Brasileiro e de instituições dos EUA.

55% dos brasileiros estão acima do peso, mesmo com mais hábitos saudáveis

Dia 11 de Outubro é o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. A data busca conscientizar sobre a importância da alimentação adequada e da prática de atividades físicas. Um estilo de vida sedentário, refeições com poucos vegetais e frutas e o excesso de alimentos com fritura e açúcar se refletem no aumento de pessoas obesas, em todas as faixas etárias.
A OCDE divulgou esta semana um relatório que mostra que o Brasil está acima da média de 36 países quando o assunto é a redução de vida em decorrência do sobrepeso. Ele aparece como o quinto país onde a obesidade mais afeta a qualidade de vida. Aqui, a obesidade reduz a expectativa de vida da população em pouco mais de 3 anos.
Os dados mais recentes do Ministério da Saúde mostram que mais da metade da população brasileira está acima do peso. De acordo com Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2018, 55,7% dos entrevistados estão com excesso de peso. Um aumento de 30,8% desde 2006, quando o Ministério começou a realizar a pesquisa. Naquele ano, 42,6% dos brasileiros estavam acima do peso.
A obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. Entretanto, os fatores que causam a doença podem ser múltiplos: nutrição, fisiologia, genética e questões psiquiátricas e psicológicas, comportamentais e ambientais.
Essa condição física é um fator de risco para outras muitas doenças, favorecendo hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, problemas vasculares variados, osteoartrite, apneia do sono, problemas respiratórios, diabete Melittus tipo 2 e até mesmo o câncer.
A repetição de refeições com pouca variedade nutricional é um dos principais fatores para o excesso de peso na população atual, que foi detectado, principalmente, entre pessoas com 55 e 64 anos com menos escolaridade.
Se as pessoas puderem reduzir sua ingestão de calorias em 20%, segundo a OCDE, mais de 1 milhão de doenças crônicas relacionadas à obesidade seriam evitadas por ano. Em especial, os problemas cardíacos.
*Dr. Leandro Figueredo é médico Nutrólogo do HSANP, hospital na zona norte de São Paulo.
Sobre o HSANP
Investimento de um grupo de médicos e gestores especializados na área de saúde com mais de 20 anos de experiência, o HSANP é referência na Zona Norte da Grande São Paulo. Seu objetivo é servir à população, com atendimento qualificado, alta tecnologia, calor humano e corpo clínico especializado.

Coluna: De onde vem a grife no basquete brasileiro

Igor Santos, apresentador do programa Stadium da TV Brasil
Começa nesse sábado a 12ª edição do NBB. A principal competição do basquete brasileiro vem ganhando cada vez mais atenção de público e mídia, e a própria sigla já se tornou um vocábulo inconfundível do esporte nacional. Mas diante de uma história de mais de 50 anos de campeonatos no Brasil, de uma certa forma o NBB ainda é um menino cuja estrutura se fortalece a cada ano, com novos traços e mudanças constantes, características do processo de crescimento. A temporada 2019-2020 chega com 16 clubes, um quarto deles (quatro) representando times chamados 'de camisa' do esporte mais popular do país, o futebol: Flamengo, Botafogo, Corinthians e São Paulo. Só que no basquete essa definição de 'camisa' é um pouco mais complexa. Admito que não sou adepto da teoria do peso que o nome da equipe tem no resultado de uma partida. No nosso basquete, é ainda mais difícil sustentá-la. A receita para o sucesso costuma passar por outros atributos.
Basta ver que o maior campeão nacional é Franca, com 11 títulos (nenhum desde que o NBB começou a ser disputado, em 2009). Em segundo, aparece o Sírio, com sete. O clube, que já nem participa mais das principais competições, recentemente comemorou os 40 anos da conquista do Mundial Interclubes. Empatado com o Sírio está o Flamengo, que ganhou todos os seus sete títulos de 2008 para cá. Se ampliarmos o escopo do bom desempenho para além de simplesmente títulos, as principais forças atuais e também históricas do nosso basquete são os chamados clubes sociais, como Paulistano, Minas, Pinheiros, entre outros. Ou seja, a nata da modalidade não possui qualquer laço com o futebol. É curioso perceber que algumas equipes oriundas dos gramados têm também uma certa tradição nas quadras. Além do Flamengo, Botafogo, Corinthians e Vasco possuem títulos brasileiros no currículo, conquistados em diferentes épocas. No entanto, só foram estrear no NBB nas últimas três temporadas. Parece contraditório, mas na letra fria é verdade, em razão dos anos e anos em que o basquete ficou em segundo plano ou inteiramente negligenciado. O Vasco, aliás, depois de três temporadas na liga, já não vai participar desta edição, por ter preferido destinar verbas de patrocínio às categorias de base do futebol em vez de ao basquete. Palmeiras e Vitória também passaram pelo NBB por períodos curtos, com destino semelhante.
Mas também há motivos para dar um voto de confiança e enxergar o lado positivo. No ano passado, o Botafogo ampliou consideravelmente o investimento para a segunda temporada na liga e saltou do 12º para o quarto lugar. Agora, o time consegue fazer frente ao rival Flamengo, equipe mais forte do país. O Corinthians desembarcou no NBB já com uma boa campanha e o sexto lugar, e agora é finalista do concorrido Campeonato Paulista. O São Paulo aparece pela primeira vez no NBB agora, chegando não pela via tradicional, que é a divisão de acesso, mas porque comprou a franquia de Joinville. Independentemente disso, investiu para trazer bons reforços, como Shamell e Georginho. Em comum entre essas equipes existe o (aparente) compromisso de se pensar de forma séria e independente na modalidade, entendendo um princípio básico que provavelmente os departamentos de futebol já compreendem: sem uma visão de negócio é impossível prosperar.
O NBB estabelece um orçamento mínimo e a obrigação de comprovar a capacidade de arcar com ele para poder fazer parte da competição. Ao longo dos anos, vários clubes, "de camisa" ou não, entraram e saíram da liga justamente por não conseguirem se sustentar. Aconteceu com o Brasília, por exemplo, três vezes campeão. Quase aconteceu com Franca. Segundo Kouros Monadjemi, presidente da LNB (a gestora do NBB), durante anos os clubes tinham vontade mas não condições de participar. Acabavam devendo salários e prejudicando ao invés de colaborar com a modalidade. A imagem de despreparo se afastava do que a liga desejava. Por isso esse ajuste fino se tornou necessário. Bruno Savignani, técnico do Corinthians, aponta a importância de uma gestão profissional. Não faz diferença se vem do futebol ou não. O tamanho e a paixão da torcida podem ajudar, mas no fim das contas depende de quem estiver à frente do projeto. Léo Figueiró, melhor técnico do último NBB pelo Botafogo, vai pelo mesmo caminho. Ele entende que é complicado tentar levar o basquete para a frente apenas com gente "do bem" mas que não vive disso.
Desde que surgiu, o NBB teve muito mais altos do que baixos, e agora vai ter 100% das partidas transmitidas pela televisão ou internet. Com mais equipes e também mais pesos pesados reconhecidos nacionalmente. Figueiró destaca que já jogou fora de casa com mais torcida do que o time mandante. Porém, a receita para o bolo não parar de crescer não envolve olhar para nome e cara. O técnico do Botafogo considera que o NBB tem de crescer para as frentes que queiram fazer o basquete de maneira séria e responsável. Bruno Savignani, por sua vez, crê que é preciso se preocupar com a qualidade e também em fortalecer as divisões de acesso. Com dificuldade, entre primeiro e segundo escalão, conseguimos colocar 30, 32 equipes para atuar profissionalmente em um campeonato nacional, enquanto na vizinha Argentina, recém consagrada vice campeã mundial, somente na capital Buenos Aires são quase 200 equipes. Diferença técnica não existe tanta. Mas sim de mentalidade. Independentemente da roupa que se veste.

Governo do RN convoca 356 professores temporários

O Diário Oficial do Estado dessa quinta-feira(10), trouxe a convocação de 356 professores temporários para o quadro de docentes da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN. Esses profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual das diretorias regionais de Natal, Santa Cruz, Caicó, Assú, Mossoró e Pau dos Ferros.
Foram convocados professores das disciplinas de Arte, Biologia, Educação Física, Pedagogia (anos iniciais), Educação Especial, Ensino Religioso, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Matemática, Química, Sociologia e intérpretes/tradutores de Libras.
Os candidatos terão dez dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assunção do cargo. Os itens exigidos estão descritos nas convocações publicadas no DOE.
Edital
Essa convocação é referente ao edital 001/2019-SEEC, lançado em agosto deste ano, que teve por objetivo selecionar candidatos para compor cadastro de reserva de professores e especialistas de educação dos componentes curriculares nos Ensinos Fundamental e Médio.
Clique aqui e tenha acesso ao edital de convocação.
Clique aqui e faça o download do Diário Oficial do RN contendo a convocação dos professores temporários.

Em entrevista exclusiva à TV francesa France 24, Lula diz que “ladrões são os que o prenderam” e que quer casar ao sair da cadeia

Em entrevista exclusiva à TV francesa France 24, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há um ano e meio na superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, disse que “quer provar que os ladrões são os que me prenderam”. Ele também afirmou que não quer a redução da pena, mas sim, ser inocentado.
E disse que já tem planos para quando sair da prisão: “Quero me casar quando sair daqui.”
Em maio deste ano, Guilherme Amado, colunista da ÉPOCA, noticiou que Lula estava apaixonado e tinha planos de se casar com Rosângela da Silva.
Lula criticou o presidente Jair Bolsonaro quando questionado sobre a questão ambiental.
“Jair Bolsonaro não gosta dos índios, não gosta dos extratores de borracha. Bolsonaro não gosta das árvores. Bolsonaro não gosta dos que apoiam o partido dos trabalhadores. Bolsonaro não gosta dos pobres, dos sindicalistas”, afirmou o presidente, que também disse que liderou a política mais protetora do meio ambiente.
Questionado a respeito de uma possível candidatura à Presidência quando sair da prisão, o ex-presidente preferiu não se estender sobre o tema. “Eu não vou dizer se sou candidato ou não. Vou deixar o tempo fazer o seu trabalho para ver o que vai acontecer.”
Época

Renan Calheiros diz que Moro ‘está sem saber o que fazer’ e chama Janot de ‘psicopata’


O Uol levantou a bola para Renan Calheiros, querendo saber o que o senador acha de Sergio Moro se candidatar ao Planalto.
O alagoano, claro, adorou a pergunta.
“Ele age como alguém que está à beira de um vulcão que começa a ter uma erupção. Acho que está sem saber o que fazer porque vai ter que se explicar de muitas coisas inexplicáveis. Ele teve projeto político e já pensou em ser candidato a presidente? Sim. Depois aderiu à campanha do Bolsonaro? Sim, porque o Bolsonaro representava circunstancialmente a mudança e a nova política. Como juiz, submeteu-se a influir na eleição e tirar o Lula do processo político. É evidente que ele pensa nisso. Mas agora pensa mais em como vai sair dessa situação e manter o posto de ministro depois de ter sido escancarada a tentativa de aparelhamento do Coaf e da Polícia Federal.”
Renan também disparou contra Rodrigo Janot.
“O Janot me causa asco. Esse caráter homicida que ele desvenda no seu livro é uma coisa indicativa do que representou você ter um psicopata à frente da Procuradoria-Geral da República.”
O Antagonista com UOL

Bolsonaro participa da formatura de sargentos da PM em São Paulo

Andreia Verdélio
 Solenidade de Encerramento do Curso Superior de Tecnólogo de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública da PM - SP.              O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (11) da solenidade de formatura dos novos sargentos da Polícia Militar de São Paulo (PM-SP). No total, 626 homens e 72 mulheres foram promovidos ao cargo que tem como função supervisionar e apoiar os policiais em diversas atividades da força pública.
Durante a cerimônia, no Sambódromo do Anhembi, na capital paulista, Bolsonaro lembrou o seu discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, no mês passado, quando falou sobre o número de mortes de policias no país. “A vida é o mais básico dos direitos humanos. Nossos policiais militares eram o alvo preferencial do crime. Só em 2017, cerca de 400 policiais militares foram cruelmente assassinados. Isso está mudando”, disse na ocasião.
Hoje, o presidente reconheceu novamente a coragem desses profissionais. “Reconheço o heroísmo de vocês”, disse. “Vocês policiais, mais do que exemplo, vocês são a certeza que poderemos garantir a segurança e a nossa integridade, povo humilde e trabalhar, mesmo com o sacrifico da vida de vocês.”
Os novos sargentos receberam hoje o diploma do curso superior de tecnólogo em polícia ostensiva e preservação da ordem pública, que, segundo a PM-SP, “visa à excelência na prestação de serviços à sociedade, levando em consideração os conceitos de qualidade, doutrina de polícia comunitária e direitos humanos”.
De acordo com a corporação, os novos sargentos serão distribuídos nas diversas unidades operacionais da Polícia Militar em todo o estado, “com o objetivo de manter a percepção de segurança e sempre buscar o aprimoramento de conhecimentos em prol da sociedade paulista”.

BC dá aval para Cadastro Positivo começar a funcionar


Kelly Oliveira
 Edifício-Sede do Banco Central do Brasil em BrasíliaO Banco Central (BC) registrou as primeiras empresas gestoras de banco de dados de registro, que viabilizará o funcionamento do Cadastro Positivo de clientes do sistema financeiro.
Os registros foram dados à Serasa, à Gestora de Inteligência de Crédito (Quod), à Boa Vista Serviços e à Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL- SPC Brasil). Elas serão responsáveis pelas informações de pagamento dos consumidores.
Segundo o BC, a expectativa é que essas entidades ajudem a aprimorar a avaliação do risco de crédito, contribuindo para a redução do spread bancário, a diferença entre a taxa de captação de recursos pelos bancos e a cobrada nos clientes nos empréstimos.
As gestoras serão responsáveis pelas informações repassadas pelas instituições financeiras, segundo o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello. “São os gestores de banco de dados que terão a responsabilidade de guardar e organizar as informações dos consumidores”, explicou Mello.
As gestoras deverão receber das instituições autorizadas a funcionar pelo BC as informações sobre operações de crédito; de arrendamento mercantil e de autofinanciamento, além de outras com características de concessão de crédito.
De posse desas informações, segundo o BC, elas terão condições de estabelecer uma nota de crédito (escore) para cada consumidor, definida de acordo com o pagamento de suas contas de operações de crédito, como empréstimos bancários, financiamentos imobiliários e cartão de crédito, e de serviços continuados, como pagamento de luz, água e telefone, por exemplo.
O bom pagador terá um escore mais alto, e essa pontuação poderá ser considerada pelas instituições financeiras em eventuais concessões de crédito, explicou o BC.
Segundo o BC, somente o escore de cada consumidor estará disponível. Para ter acesso a mais detalhes, como a discriminação dos valores pagos de uma conta de telefone, por exemplo, será necessária a autorização expressa do detentor da informação.
“O BC acredita que o novo Cadastro Positivo pode contribuir para uma melhor avaliação do risco de crédito, com a consequente redução do spread bancário, a diminuição da inadimplência e o aumento da competição no âmbito do Sistema Financeiro Nacional (SFN)”, disse o BC em nota.
O novo Cadastro Positivo foi feito no sistema de opt-out, ou seja, todo cidadão que contratar uma operação de crédito ou tiver uma conta de um serviço continuado estará automaticamente incluído nele. No sistema anterior, que existia desde 2011, era utilizado o opt-in, ou seja, quem quisesse participar deveria pedir para fazer parte da ferramenta.
Aos que desejarem sair do sistema, basta fazer a solicitação às gestoras. A exclusão das informações do solicitante deve ser feita em até dois dias úteis em todos os sistemas registrados no BC.

Cosern desativa 04 “gatos” de energia em fazenda de camarão, criadouro de peixes e plantio irrigado em São Gonçalo do Amarante

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram 04 ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) que abasteciam de forma irregular uma fazenda no Distrito de Guanduba, zona Rural de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal, na tarde desta quinta-feira (10).
No local, a energia elétrica furtada abastecia as bombas de água utilizadas na criação de camarão, peixes e no plantio irrigado de capim, bananeiras e hortaliças. As equipes técnicas da Cosern recolheram cerca de 3 mil metros de cabos e fios e um medidor não cadastrado no local.
O “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.
A ligação clandestina de energia elétrica é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão. De janeiro até agora, 12 pessoas já foram presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade.
No primeiro semestre de 2019, a Cosern já fez 34.847 inspeções e identificou e desativou 4.291 ligações clandestinas em todo estado por meio da “Operação Varredura”. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Pau dos Ferros e Extremoz durante um mês (ou cerca de 147 mil residências).
A população pode colaborar com a “Operação Varredura” denunciando as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.
BG