Moro diz que “ninguém sério” questiona poder do Supremo de “dar a palavra final”

Em meio à escalada da tensão entre Jair Bolsonaro e o STF, Sergio Moro foi ao Twitter e defendeu que a Suprema Corte deve ser respeitada e tem o poder de dar a “palavra final”.
O ex-ministro da Justiça citou os Estados Unidos — um “país que serve de modelo” — como exemplo.
“Nos EUA, país que serve de modelo a muitos, casos como Marbury v. Madison, 1803; Brown v. Board of Education, 1954; e US v. Nixon, 1974, estabeleceram o princípio da supremacia da Constituição e a Suprema Corte como intérprete. Ninguém sério questiona o poder dela de dar a palavra final.”
O Antagonista

Related Post